Páginas

2leep.com

terça-feira, 27 de março de 2012

Blogue do Zeca

Hoje o convidado é o amigo e também arquiteto José Contino Lisboa, que se aventurou a iniciar um blogue - o blogue do zeca.
Mais um blog cultural na globosfera para elevar o nível das redes sociais. Estou republicando uma cronica (com autorização do autor) do Lisboa que acho muito interessante, um retrato de uma época em que tudo era muito diferente de hoje. Deliciem-se!


O ano era 1968; O carro era um JK do mesmo ano. A estrada era a 101, que nos levava a Garopaba, onde, mais uma vez, iríamos acampar na praia. Aproveitávamos o fim de semana de um interminável verão.

Mas deixa-me falar um pouco daquela praia. Garopaba era um tranquilo vilarejo de pescadores durante o resto do ano. No verão, o local era assaltado por um bando de hippies, vagabundos, viciados e toda uma fauna difícil de descrever aqui. Sobre a vila, naquele período, havia uma permanente nuvem formada pelos milhares de baseados acesos. A pequena praia era invadida por aquela turba. Por incrível que pareça, os invasores mantinham ótima relação com os nativos de Garopaba. Talvez se devesse ao fato de haver uma distância abissal na cultura dos visitantes e dos moradores, que fazia com que ambos respeitassem-se.


Um comentário:

  1. Conheci Garopaba nessa época, um lugar maravilhoso
    abraço
    Milton

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu urbanocomentário. Ele é o combustível do Urbanascidades.